2 set, 2017

Projeto “k”: O máximo que posso dizer no momento

Projeto-K
___k___ é, de longe, o projeto mais ambicioso que já trabalhei na minha vida e isso é animador e assustador ao mesmo tempo. Como ontem atingi uma milestone importantíssima pro projeto muito antes do esperado, decidi comemorar fazendo um post pra contar o máximo que posso sobre ele. Como regra geral decidi fazer sigilo (isso inclui até o nome, que revelo uma letrinha aqui numa brincadeira estilo jogo da forca) sobre o projeto até que:
  1. Ele seja lançado;
  2. Ele falhe.

Seja qual for o resultado vou revelar tudo quando chegar a um desses dois pontos.

O ___k___  se baseia em HTML, CSS, JavaScript (client-side) e Linux, Apache, PHP e PostgreSQL (server-side). ___k___ está sendo desenvolvido, inicialmente, para rodar no Firefox e terá um daemon que poderá ser agendado via cronjob. Ele poderá, opcionalmente, ser instalado em um servidor e acessado via cliente.
Estou propositalmente usando o mínimo de componentes, mas ___k___ já gerou um sub-componente e deve gerar pelo menos mais um. ___k___ inclusive deve gerar uma boa evolução do JHRW para que ele finalmente saia do estágio alpha.
 
Se o meu otimismo não for infundado (ainda é cedo pra saber) em aproximadamente um a dois meses ___k___ deve estar minimamente utilizável – ainda sem todas as funcionalidades, mas as básicas que seriam, fundamentalmente falando, I/O.
 
Quando eu atingir essa milestone, vou oficialmente abandonar o produto que uso atualmente e me tornar o primeiro usuário alpha do ___k___. Parece pomposo, mas não é: Se o ___k___ não estiver bem desenvolvido nesse estágio eu estarei – sem exagero – me colocando em risco.
 
Enquanto for utilizando vou implementando o que falta e aplicando patches, o que pode levar de 3 a 6 meses (com uma margem de improbabilidade tão grande que na verdade essa minha “previsão” é estúpida, mas tudo bem).
 
Depois desses 3 a 6 meses, quando o ___k___ atingir a milestone onde possui todas as funcionalidades necessárias pra ser razoavelmente utilizado vou lançar oficialmente, mas provavelmente em estágio – no máximo – beta.
 
Acabei de me dar conta de que uma das vantagens do nome que eu escolhi é que ele não “entrega” o que é o projeto, mas ainda assim vou seguir sem divulgar 😜
Enfim, quis informar vocês o máximo possível sem burlar nenhuma das regras que defini pra mim mesmo enquanto desenvolvo o ___k___.
Assim que puder, conto mais.

Also published on Medium.

Galvão

Presidente da ABRAPHP – Associação Brasileira de Profissionais PHP, Diretor da PHP Conference Brasil, Contribui para o desenvolvimento do PHP (traduções, decisões). Atua como Zend Framework Evangelist para o ZTeam, da Zend. Professor Convidado de Pós-Graduação, PR e SC. Mais de 22 anos desenvolvendo sistemas e aplicações com interface web (mais de 17 destes com PHP). Palestrante em eventos nacionais e internacionais, Instrutor de cursos presenciais e a distância.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *